sexta-feira, 15 de abril de 2016

SERÁ QUE A BÍBLIA FALA DE HIERARQUIA NA IGREJA PRIMITVA?



Por Jefferson Rodrigues
Qualquer cristão sabe perfeitamente que o principio fundamental da Igreja de Cristo é humildade e a servidão! E que no Reino de Deus aquele que quiser ser maior deve ser o menor! Contudo, Jesus em momento algum excluiu a hierarquia existente no Templo em Jerusalém de seus dias, pelo contrario, Ele mesmo cumpriu aquilo que a Lei estabelecia, incluindo a adoração naquele lugar! Jesus condenou evidentemente a hipocrisia existente entre religiosos de seus dias (Assim como eu e tantos outros condenam nos dias de hoje).
Ao contrario do que alguns afirmam, as pessoas nos dias de Jesus frequentavam o Templo de Jerusalém, ou as sinagogas em suas regiões e lá cultuavam a Deus e ouviam a Palavra. Se o propósito de Cristo fosse acabar com este culto Ele teria dito, mas o que Ele fez foi o inverso ao indicar a um homem curado que se apresentasse aos sacerdotes, vejamos o que o texto diz: “Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho. (Mateus 8:4). Com esta atitude Jesus legitimava o sistema mosaico vigente e suas hierarquias, se não fora ele poderia ter mandado este homem se apresentar a qualquer pessoa. Porém, a indicação é clara: vá ao sacerdote! Assim, Jesus reafirmava que para as coisas de Deus cada um é chamado para uma função especifica. E querendo você ou não isto é uma forma de hierarquia.
Todavia, uma coisa me chama atenção nas falas daqueles que defendem a não existência de hierarquia: nada dizem de Atos dos apóstolos ou das Epistolas! Será que nunca as leram? Ou será que elas confrontam tais ideias inovadoras. A seguir deixarei alguns textos dentro de seus contextos que podem ajudar na reflexação sobre a questão (ou não, né? pois parece que nada os fazem reverem seus conceitos):
1. Após a ascensão de Cristo é necessário haver uma ordem na Igreja que crescia exponencialmente (At 6.1). Neste contexto, cabe aos Apóstolos a função de ESCOLHEREM DIACONOS (não como dom, mas como função!) para servirem aos necessitados (At 6.1-3). O texto mostra a liderança hierarquia exercida pelos Apóstolos naquela Igreja, vejamos: “E OS DOZE, CONVOCANDO A MULTIDÃO DOS DISCÍPULOS, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas. Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra” (Atos 6:2-4). Pergunto a você: isso é ou não hierarquia?
2. Outro ponto a ser apresentado na Igreja Apostólica é o Concilio em Jerusalém descrito em Atos 15. Se não havia hierarquização (não de poder, mas de funções) qual o motivo de Paulo e Barnabé buscarem a decisão final de Pedro, Tiago e João em Jerusalém, afim de deliberarem sobre o trabalho junto aos gentios? Ora veja o que Paulo diz sobre eles, tempos depois deste Concílio: “E CONHECENDO TIAGO, CEFAS E JOÃO, QUE ERAM CONSIDERADOS COMO AS COLUNAS, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão;”(Gl 2.9). Perceba que a decisão do Concilio foi tomada pela liderança eclesiástica que ali havia. Cada um não fez o que queria como você e alguns dizem! É evidente que nos dias atuais este princípio tem sido distorcido, mas o que o texto nos deixa claro é que havia, sim, a hierarquia entre o povo de Deus!
3. Ainda em Atos, vemos Paulo organizando a Igreja em Éfeso e ali deixa claro que um grupo de cristãos denominados presbíteros ou bispos (os que dirigem, presidem, pastoream) deveriam cuidar da Igreja que pertence a Cristo, ou seja, não eram todos que deveriam cuidar, mas um grupo específico foi dado esta função, vejamos: “Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; (Atos 20:28,29)”. Preciso desenhar? Mais claro do que isso impossível!
4. Você alega que a titulação de Pastor (Bispo ou Presbítero) e Diácono são dons? Talvez você faça isto com base em Efésios 4.11. De fato esta pode ser a impressão. Mas me mostre onde neste texto fala de Diáconos? O texto diz: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, (Efésios 4:11)”. Nada no texto fala sobre diáconos, pois este era sim um cargo hierárquico (cf 1 Tm 3.8-13). Ainda sobre o texto de Efésios 4.11. Ele só ratifica a ideia de que nem todos podem ser lideres e que Deus instituiu alguns servos dEle para tal função. Sendo assim, estes homens recebem dons dado por Deus para edificação da Igreja. Claro e evidente que não deve ser para a exaltação pessoal, mas antes disso para edificação da Igreja, por esse motivo o versículo seguinte afirma: “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, QUERENDO O APERFEIÇOAMENTO DOS SANTOS, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;” (Efésios 4:11,12)
5. Apresento ainda as descrições expostas por Paulo a Timóteo onde estabelece lideres para aquelas Igrejas chamando-os de Bispo (1 Tm 3.1-7). E após expor as qualidades deste líder, ele indubitavelmente expõe a função dele na Igreja: “Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, SE ALGUÉM NÃO SABE GOVERNAR A SUA PRÓPRIA CASA, TERÁ CUIDADO DA IGREJA DE DEUS? );(1 Timóteo 3:4,5). Eles deveriam governar administrar aquela igreja. Por que não foi dado esta ordem a todos os cristãos de Eféso? Simples porque no Corpo de Cristo cada um tem seu lugar e nem todos são lideres! Para finalizar esta observação, gostaria de destacar que a Palavra ainda diz que os líderes deveriam ser honrados quando cumprissem bem sua função de liderança! Não acredita? Então veja o texto sagrado: “Os presbíteros que GOVERNAM bem sejam estimados por dignos de DUPLICADA HONRA, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina;”(1 Tm 5.17). Claro está que havia uma hierarquia!
6. Ainda apresentarei mais alguns exemplos, desta feita abordaremos o texto de 1 Pedro 5.1-4. Neste texto está nítido um grupo de lideres que deveriam zelar pela igreja do Senhor, mas que cabia a eles a responsabilidade de cuidar da Noiva de Cristo até sua volta! Estes versículos evidenciam que muitos líderes hoje serão cobrados por Jesus pelos seus erros (ao extremo!); ao mesmo tempo mostra que os tais exerciam liderança na Igreja. Vejamos os textos na integra: “Aos presbíteros [líderes ou pastores], que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar: APASCENTAI O REBANHO DE DEUS, QUE ESTÁ ENTRE VÓS, TENDO CUIDADO DELE, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto; Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho. E, QUANDO APARECER O SUMO PASTOR, ALCANÇAREIS A INCORRUPTÍVEL COROA DA GLÓRIA” (1 Pedro 5:1-4). É óbvio que o modelo de liderança é o de Jesus, com humildade, servindo uns aos outros e por esta razão muitos serão cobrados!
7. Por ultimo, vejo que aqueles que não aceitam hierarquia na Igreja são porque não sabem servir! Fico imaginando como estas pessoas entendem o que o escritor aos Hebreus escreveu: “OBEDECEI A VOSSOS PASTORES [ou vossos líderes, gr. eigoymenois], E SUJEITAI-VOS A ELES; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil”(Hb 13.17)
Meus amados irmãos de maneira alguma dizemos que o modelo existente em nossa Igrejas hoje estão livres de falhas, ou ainda que não existem lideres que fazem o errado conscientemente. Longe mim afirmar isto! Porém, é antibíblico dizer que não existem lideranças na Igreja Apostólica. O Senhor é um Deus da ordem, por isso organizou o Culto no Templo com cada detalhe (Ex 36-40) e a Igreja continua debaixo da ordem (1 Co 14.40), por esta razão devemos entender que o Senhor concedeu dons para lideres guiarem o povo até Cristo. É claro que também todos estes irão prestar contas de suas falhas. Por isso,Tiago diz aos lideres, incluindo ele mesmo: “[...] que receberemos mais duro juízo” (Tiago 3:1). Acredito que pelo exposto, só não percebe a verdade aqueles que não querem! No mais que o Espírito Santo ilumine nossa mente e entendimento para não sermos consumidos pelos lobos vorazes que estão por aí!


Em Cristo, Jefferson Rodrigues


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caros irmãos fiquem a vontade para concordar, discordar, criticar e elogiar. Apenas peço que o façam com base na Palavra de Deus. Lembro a todos que os comentários que forem ofensivos serão removidos, pois nosso espaço é para reflexão e não agressão. No mais fiquem a vontade!