sábado, 10 de dezembro de 2011

Sou um escolhido de "deus"! Será?


Texto base: É necessário que ele cresça e que eu diminua”. (João 3.30)

“Sou escolhido de ‘deus’ para ocupar este cargo”! Eita frasezinha usada, no meio do nosso povo evangélico! Quantas atitudes injustas foram produzidas pautadas nesta afirmação ou em outras de mesmo sentido, como por exemplo, “não toques no ungido do Senhor”. São pessoas que se utilizam de sua posição diante da comunidade cristã para cometer as mais diversas barbaridades. São homens e mulheres que preferem ver sua vida crescendo ao invés de verem o nome de Jesus sendo exaltado. Nos últimos dias temos acompanhado pela televisão e internet inúmeros debates e discussões entre homens que se dizem escolhidos por Deus, todos com o único objetivo: disputa pelo poder! Mas este é o padrão deixado por Cristo? É claro que não! Este é o modelo típico de homens. Homens que buscam sua própria gloria ao invés de buscarem glorificar o nome do Senhor Jesus através de suas boas obras (Mateus 5:16).

Entre os próprios discípulos de Jesus houve disputa por poder, queriam saber quem era o maior no Reino do céu (Mateus18: 1). Agora observem, eles andavam com Jesus, ouviam seus ensinamentos, viam o que Jesus fazia, mas mesmo assim não compreenderam a mensagem do amado Mestre. Em meio a discussão entre os discípulos, Jesus foi obrigado a dizer que eles não eram convertidos (Mateus 18:3) e que era necessário eles se fazerem iguais a meninos. Com esta atitude, Jesus deixava claro que não era com disputa por poder ou por ocupar o melhor cargo, usar a melhor roupa, possuir a maior igreja, que um discípulo entraria no Reino do céu, ou seja, que seria verdadeiramente salvo. Antes era sua conduta sincera, sua humildade (v. 4) que lhes garantiriam esta possibilidade.

Infelizmente amados, a coisa tem sido bem diferente em nossos dias, é o homem que se sobressai ao direcionamento de Deus. São pastores e obreiros se digladiando, se ofendendo, e até mesmo deixando de se relacionarem apenas porque o outro não concorda com sua opinião! Meus amados precisamos conviver com o diferente, o que não implica eu concordar sempre com o que ele me diz. Um filosofo francês do século XVIII chamado Voltaire disse a seguinte frase:Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las.” Com esta afirmação, Voltaire defendia o direito de expressão alheia, contudo, não se colocava na condição de capacho de ninguém, pois poderia discordar com o outro, sem contudo o impedir de se expressar. Veja bem, este pensamento foi desenvolvido e defendido por alguém que não se dizia cristão, por um homem que nem mesmo acreditava nos ensinamentos de Jesus! Agora me digam será razoável em nosso meio haver “ditadura” da palavra, onde somente o que você diz é o que está correto? Como diz a Palavra de Deus “[...] porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.”(Lucas 16:8b).

Você pode estar se perguntando: Mas de que você esta falando mesmo? Bem, não irei me reportar a nenhum evento específico [pelo menos neste espaço], mas quero dizer que nós enquanto povo de Deus somos livres (João 8:32; Romanos 8:1) e temos liberdade de expor nossa opinião, liberdade para escolher nossos líderes, sem estar sendo ameaçado de um castigo eterno, como fez a igreja católica, durante a Idade Média. E quanto a estes “líderes”, que se utilizam de manobras psicológicas ou políticas para oprimir, ou supostamente conduzir, o povo de Deus, eles sim irão prestar contas diante do Senhor (Hebreus 13:17) por cada ovelha que lhes foram entregues e foram negligenciadas por razões pessoais.

Saiba que nem todos que exercem um cargo de liderança são escolhidos de Deus, muitos casos são frutos de interesse meramente humanos. Temos diversos exemplos na Palavra que nos mostra como o Senhor Deus PERMITIU e não ESCOLHEU, alguns homens responsáveis por liderar o povo Dele, como foi o caso da maioria dos reis de Israel depois de Salomão (cf. os livro de Crônicas e Reis). Contudo Deus responde aos anseios do povo, fazendo com que eles aprendam com suas próprias escolhas. Por isso meu irmão não entre nesta onda de escolhido de ‘deus’, saiba que a palavra nos dá a receita para saber quem são homens e mulheres escolhidas verdadeiramente, não de ‘deus’, mas do Deus Todo Poderoso, e a receita é bem simples. Entre vários “ingredientes” que um líder escolhido por Deus deve possuir citarei 3 que, a meu ver, são fundamentais:

a) TEM HUMILDADE - “É necessário que ele [Jesus] cresça e que eu diminua”. (João 3.30)

b) DÁ BONS FRUTOS - "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?”(Mateus 7:15,16, NVI)

c) PRIORIZA O EVANGELHO – “O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Tais ensinamentos vêm de homens hipócritas e mentirosos, que têm a consciência cauterizada [...] Rejeite, porém, as fábulas profanas e tolas e exercite-se na piedade.” (1 Timóteo 1,2,7)

Se o seu líder possui estes ingredientes, então ele realmente é um escolhido de Deus e fará o que é melhor para o povo de Deus! Reflitam sobre isto e que o Senhor nos dê entendimento para compreender o que é do homem e o que provém do Eterno.



Pronto a servir em Cristo,

Jefferson Rodrigues

3 comentários:

  1. ( PARABÉNS AO Jefferson Rodrigues, são estas verdades que devem ser compartilhadas) *Cris Cabreira

    ResponderExcluir
  2. Cris obrigado pela sua contribuição. Continue conosco!
    Em Cristo,
    Jefferson Rodrigues

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Jefferson Rodrigues, vc me ajudou muito. Eu só queria encontrar uma igreja boa e verdadeira pois tenho muita desconfiança, não sei o que fazer😢..
    Karine.

    ResponderExcluir

Caros irmãos fiquem a vontade para concordar, discordar, criticar e elogiar. Apenas peço que o façam com base na Palavra de Deus. Lembro a todos que os comentários que forem ofensivos serão removidos, pois nosso espaço é para reflexão e não agressão. No mais fiquem a vontade!