terça-feira, 16 de agosto de 2011

PRÉ VESTIBULAR: CRISE E QUEDA DO IMPERIO ROMANO




Crise e decadência do Império Romano
Por volta do século III, o império romano passava por uma enorme crise econômica e política. A corrupção dentro do governo e os gastos com luxo retiraram recursos para o investimento no exército romano. Com o fim das conquistas territoriais, diminuiu o número de escravos, provocando uma queda na produção agrícola. Na mesma proporção, caia o pagamento de tributos originados das províncias.
Em crise e com o exército enfraquecido, as fronteiras ficavam a cada dia mais desprotegidas. Muitos soldados, sem receber salário, deixavam suas obrigações militares.

Os povos germânicos, tratados como bárbaros pelos romanos, estavam forçando a penetração pelas fronteiras do norte do império. No ano de 395, o imperador Teodósio resolve dividir o império em: Império Romano do Ocidente, com capital em Roma e Império Romano do Oriente (Império Bizantino), com capital em Constantinopla.
Em 476, chega ao fim o Império Romano do Ocidente, após a invasão de diversos povos bárbaros, entre eles, visigodos, vândalos, burgúndios, suevos, saxões, ostrogodos, hunos etc. Era o fim da Antiguidade e início de uma nova época chamada de Idade Média.

Alem destes fatores é importante ressaltar a forte influencia do cristianismo, que com seus novos conceitos morais de irmandade, amor ao próximo, culto a um unico Deus e o não ingresso aos Exercitos romanos, acabou enfraquencendo fortes estruturas existentes em Roma, como o culto ao Imperador e ainda a instituição da escravidão.




Fonte:[adaptado] Site: Sua pesquisa

2 comentários:

  1. Ta ótimo e muito interessante!!
    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  2. Continue nos visitando, será sempre bem vindo!

    ResponderExcluir

Caros irmãos fiquem a vontade para concordar, discordar, criticar e elogiar. Apenas peço que o façam com base na Palavra de Deus. Lembro a todos que os comentários que forem ofensivos serão removidos, pois nosso espaço é para reflexão e não agressão. No mais fiquem a vontade!